(11) 3071-0376 / (11) 2597-3595   (11) 98822-8303

Por que é importante cuidar dos seus ouvidos e da sua audição?

A audição é o sentido com o qual percebemos os sons ao nosso redor. As nossas orelhas e o nosso cérebro nos permitem ouvir e entender os sons. É através da audição que desenvolvemos a linguagem oral, uma componente chave intrínseco da capacidade humana.

Em seu mais recente relatório sobre audição, a Organização Mundial da Saúde (OMS) apontou que, no mundo, mais de 1,5 bilhão de pessoas experimentam alguma diminuição da sua capacidade auditiva ao longo da vida. Dentre elas, pelo menos 430 milhões precisarão de cuidados auditivos.

Os impactos da perda auditiva na vida de uma pessoa são muitos e não apenas determinado pelo que encontramos no resultado do exame de audiometria, mas também pela aplicação de intervenções clínicas e reabilitações precoces e eficazes, além da exposição a fatores protetores e nocivos a saúde auditiva e existência concomitante de outras limitações funcionais como por exemplo a deficiência visual e o transtorno do espectro autista.

Quais são os impactos da perda auditiva?

A perda auditiva se manifesta com uma maior dificuldade na escuta e na comunicação, manter uma conversa pode ser uma tarefa extremamente árdua que acaba repercutindo nos relacionamentos pessoais, dificulta o desempenho acadêmico e escolar, contribui para o isolamento social, solidão e surgimento de depressão, principalmente em pessoas que não fazem uso de próteses auditivas. Também é o maior fator de risco potencialmente modificável para demência relacionada à idade.

Impacto da perda auditiva na criança

Na criança o impacto recai especialmente sobre o desenvolvimento da fala e da linguagem, uma vez que o desenvolvimento da fala está diretamente relacionado a capacidade auditiva, mesmo em perdas auditivas de grau leve ou em apenas uma orelha. A idade que a criança possui quando o diagnóstico e a intervenção são realizados é crucial para o sucesso terapêutico, quanto mais cedo a perda auditiva é identificada e o tratamento adequado é realizado, melhor será o desenvolvimento da linguagem oral.

É significativo ressaltar que a audição não é apenas importante para o desenvolvimento da linguagem oral. Como bem destacado no relatório da OMS, a audição também contribui para o desenvolvimento cognitivo, é uma das ferramentas base da educação formal e das relações pessoais. Neste sentido, a privação auditiva pode representar um grande desafio no desenvolvimento geral da criança.

Como você pode cuidar da sua audição e dos seus ouvidos?

A prevenção da perda auditiva pode ocorrer de diversas maneiras. No mesmo relatório, a OMS apontou as principais ações que previnem o surgimento de perda auditivas, e elas podem ser praticadas por você:

  • Mantenha uma alimentação balanceada. já sabemos que uma nutrição equilibrada trás inúmeros benefícios a saúde de forma geral, para a saúde auditiva, a concentração equilibrada de macro e micronutrientes é capaz de reduzir a degeneração decorrente do envelhecimento e da exposição ao ruído, além de proteger contra eventuais infecções.
  • Além disso, a manutenção de uma alimentação equilibrada é extremamente importante durante a gestação. A alimentação materna influencia o peso do bebê ao nascimento, baixo peso ao nascer (< 1.500 g) estão relacionados a perda auditiva. Procure acompanhamento nutricional especializado.
  • Pratique higiene auditiva, mantenha boas práticas de cuidados, não use hastes flexíveis (cotonete) nas orelhas, não insira objetos e/ou líquidos nas orelhas, não faça uso de medicamentos e tratamentos caseiros para problemas auditivos.
  • Evite todas as formas de uso do tabaco e também a exposição passiva ao fumo.
  •  Proteja sua cabeça, use capacete ao andar de bicicleta, skate e qualquer veículo de duas rodas, motorizado ou não.
  • Seja adepto as campanhas de vacinação. As vacinas promovem imunização contra diversas doenças que podem causar perda auditiva, como a rubéola, meningite e outras.
  • Evite sons altos e ruídos intensos em ambientes profissionais e de laser. Sons altos são capazes de gerar perda auditiva imediata e irreversível.
  • Evite o uso de fones de ouvido, ao fazê-lo mantenha o volume controlado, até a metade da capacidade do dispositivo eletrônico, e não use os fones por muito tempo.
  • Procure atendimento médico imediato para tratamento de resfriados comuns, dor de ouvido, ou sempre que notar secreção ou sangramento nas orelhas, zumbido e diminuição da sua capacidade auditiva.

Fga.: Marina Cavalcanti

CRFa.: 2-21178

Referências:

World report on hearing. Geneva: World Health Organization; 2021. Licence: CC BY-NC-SA 3.0 IGO.  Aos trechos traduzidos e adaptados: Esta tradução não foi criada pela Organização Mundial da Saúde (OMS). A OMS não é responsável pelo conteúdo ou precisão desta tradução. A edição original em inglês será a edição vinculativa e autêntica.

Audição na Infância. Northern, JL; Downs MP. Guanabara Koogan AS. Rio de Janeiro. 5ed (2005).

Por que é importante cuidar dos seus ouvidos e da sua audição?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para o topo